Transferência de Veículo de Pessoa Falecida: Como regularizar a situação do veículo

transferência de veículo de pessoa falecida

Introdução

Neste artigo, abordaremos todos os detalhes sobre a transferência de veículo de pessoa falecida. Esse processo pode ser desafiador, mas com as informações certas e o apoio adequado, você poderá lidar com essa questão de maneira eficiente e legal.

O Que é um Alvará Judicial para transferência de veículo de pessoa falecida?

Um alvará judicial é um documento emitido pelo Poder Judiciário que autoriza a transferência de bens pertencentes a uma pessoa falecida para seus herdeiros.

No contexto de veículos, o alvará judicial é fundamental para que a propriedade do carro seja devidamente transferida para os herdeiros, evitando problemas legais futuros.

Importância do Alvará Judicial

A obtenção de um alvará judicial é crucial para garantir que a transferência de veículos de uma pessoa falecida seja feita de acordo com a lei. Isso evita problemas futuros, como multas e transtornos relacionados à propriedade do veículo.

Preciso fazer inventário para transferir um veículo da pessoa falecida?

A realização de inventário vai depender do valor do veículo, ou seja, se o valor do carro que se pretende fazer a transferência for alto, necessariamente o procedimento a ser realizado será o de inventário judicial ou extrajudicial.

Se o valor do veículo for relativamente baixo o procedimento para a transferência poderá ser feito por meio de alvará judicial.

Qual o limite de valor para fazer a transferência de veículo de pessoa falecida?

A lei 6.858/80 estipula um limite de 500 OTNs (Obrigações Tributárias Nacionais), o que em 2023 equivale a aproximadamente R$ 13.000,00 (treze mil reais) para fins de levantamento de quantia e, consequentemente, entende-se que este é o valor limite para se efetuar a transferência do veículo, porém, há alguns julgados que ampliam esta margem para uma quantia maior de até 30.000,00 (Trinta mil reais) ou mais dependendo do juiz.

Quem pode entrar com pedido de alvará judicial para transferência de veículo do falecido?

O Alvará judicial será requerido pelos herdeiros necessários seguindo a ordem de vocação hereditária nos termos do art. 1829 do Código Civil. Assim, concorrerão a herança os descendentes (filhos e netos), ascendentes (pais e avós) e o cônjuge ou companheiro e, em último caso, os colaterais (irmãos, sobrinhos e tios).

Como ocorre Transferência do Veículo de pessoa falecida?

Com o alvará judicial em mãos, você poderá proceder com a transferência do veículo para o nome dos herdeiros junto ao respectivo Detran. Isso envolve a atualização dos documentos do carro junto ao Departamento de Trânsito e o pagamento das taxas necessárias.

Quais os documentos necessários para realizar a transferência de veículo de pessoa falecida?

Antes de iniciar o processo, é essencial reunir todos os documentos necessários. Isso pode incluir:

  • Documentos de identificação dos herdeiros;
  • Comprovante de endereço;
  • Certidão de óbito da pessoa falecida;
  • Certidões de nascimento e casamento dos herdeiros;
  • Documentos do veículo, como o Certificado de Registro do Veículo (CRV) e o Certificado de Licenciamento (CLRV).
  • Documentos que comprovem a relação de parentesco entre os herdeiros e o falecido;
  • Termo de renúncia, caso algum herdeiro não possua interesse na partilha do veículo;

Conclusão

Neste guia completo, discutimos os passos essenciais para obter um alvará judicial para a transferência de veículos de pessoa falecida. Lembre-se de que cada caso pode ter suas peculiaridades, e é fundamental contar com a orientação de um advogado especializado para garantir um processo tranquilo e dentro da legalidade.

Se você precisa de assistência para obter um alvará judicial ou tem dúvidas adicionais, não hesite em entrar em contato conosco. Estamos aqui para ajudar.

Lembre-se de que este artigo oferece informações gerais e não substitui a consulta a um profissional legal. Para obter orientações específicas para o seu caso, consulte um advogado especializado em direito sucessório e judicial.

0 0 votos
Avaliações
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments